terça-feira, 15 de março de 2011

Estética de Combate - Prêmio Shell














IRONIA!!!!!!!!!!!!!


"ganhamos" o prêmio Shell.



Segue o texto lido na entrega do prêmio:

"Para nós do coletivo artístico Dolores é uma honra participar deste evento e ainda ser agraciado com uma premiação.

Nosso corpo de artista explode numa proporção maior do que qualquer bomba jogada em crianças iraquianas.

Nosso coração artista palpita com mais força do que qualquer golpe de estado patrocinado por empresas petroleiras.

Nossa alegria é tão nossa que nenhum cartel será capaz de monopolizar.

É muito bom saber que a arte, a poesia e a beleza são patrocinadas por empresas tão bacanas, ecológicas e pacíficas.

Obrigado gente, por essa oportunidade de falar com vocês.

Até o próximo bombardeio...

...quer dizer, até a próxima premiação!!!"


EM BREVE


Fotos, vídeo e nota pública sobre o ato.

38 comentários:

Anônimo disse...

Quem vocês pensam que são pra fazer uma palhaçada destas?!?! O que vocês representam pro teatro e pra classe artística? Cadê vocês que nunca ouvi falar? Como tem gente que acha que vocês merecem algum tipo de reconhecimento? Ainda mais tendo concorrido com gente que merece todo o respeito e, com toda certeza, merece muito mais qualquer elogio que seja do que vocês. É uma pena que vocês achem que fazem teatro, que são artistas. E é uma pena que manchem o teatro brasileiro com este tipo de atitude. Triste demais esse extremismo barato, vazio, insipido, que só satisfaz o ego pequeno-gigante de vocês. Fora o trabalho que o imbecil do "ator" vai ter pra tirar aquela merda. Pergunta se algum diretor da Shell vai ver isso? Tão cagando e andando pra vocês. Que devem ter carro e contribuir com a poluição e também com o crescimento destas empresas. Que queimação de filme!

Iraci disse...

adoooooroooooooooo!!!!!!!!!!
que ogulho de vocês!!!
beijosssssssssss

Anônimo disse...

Anônimo

Cala a boca!

Anônima

Paulo disse...

A prática da Verdade!

Cinco maneiras de dizer a verdade:
"A coragem de dizer a verdade; [...] a inteligência de reconhecê-la [...] a arte de manejá-la como arma" (B. Brecht)

Parabéns ao Dolores que escancara as contradições do Prêmio e as contradições da medíocre categoria teatral paulistana que se regozija com os afagos do Capital

longa vida!

Anônimo disse...

BRAVO DOLORES!

MARIA TEREZA URIAS

Anônimo disse...

Isso mesmo Dolores, boca aberta sempre!!!

Anônimo disse...

Arrebentaram!!!

Danilo disse...

Bravo Dolores!

Conheço e recomendo o belo trabalho desse grupo.

Atitude bela e corajosa.

Aproveito e compartilho um artigo que enaltece a atitude:

http://cinefusao.blogspot.com/2011/03/vale-pena-acreditar-protesto-com-oleo.html

Guilherme disse...

Mancharam o "teatro brasileiro"!

Que apareçam outras bocas abertas e manchem cada vez mais e mais.

Parabéns compas!

Glória disse...

Pouco importa que a nata burguesa de teatro não conheça o coletivo Dolores, durante a última temporada, cerca de 200 a 300 pessoas por sábado assistiram e festejaram a Saga do Menino Diamante, gratuitamente, na perifa da Z.L. O coletivo não poderia perder a oportunidade de protestar!
Não faria sentido!
Salve!!

Pedro Sibahi disse...

O teatro que faz o Dolores é o único que ainda respira ar puro nos dias de hoje! parabéns meus queridos e queridas! continuem mostrando que nem todos se curvam perante o capital!

Leandro Quirino disse...

Parabéns Dolores!
Muito orgulho de vocês e muito respeito.

Salve!

Nan disse...

Sempre achei que as críticas devem ser feitas com bases concretas...acho super interessante alguém criticar o teatro do Dolores se nunca ouviu falar na gente...melhor ainda...não conseguir enxergar que o incômodo se dá é por conta de ter partido de um bando de fudido da Zona "esquecida" Leste...Quero agradecer a cada uma das mais de 300 pessoas que a cada sábado, frio ou calor... foi lá, ao menos ouvir o que tinhamos a falar...quanto ao comentário do indivíduo individual que nos critica...vehna tomar uma cerveja, ninguém vai roubar seu carro na Patriarca não...o sorriso é garantido..
Nan

Ri, Rick, Xis disse...

Parabéns!
Parabens pela coragem de protestar, de falar de infeliz realidade que vivemos. Mas mais parabéns ainda, por fazer isso ao receber um prêmio, momento em que a maioria acha que é perfeito, que tem que agradecer à empresa mesmo, não importa quem seja... Fico feliz em ver que nem toda arte é cooptada, que há luta, nos palcos e nas ruas.

Novamente, parabéns!

Ricardo - http://pedrasepoesias.wordpress.com

Oliver disse...

Parabéns, galera! Que orgulho de vocês! Vai ter festa na Zona Leste!

Ana Carol disse...

Parabéns Dolores!
Muito orgulho de vocês e muito respeito.²

Contraditório seria se vocÊs simplesmente aceitassem o prêmio pura e simplesmente!

A atitude demonstra quem realmente são e a que vieram!

suzanejardim disse...

Bom, sou apenas mais uma a parabenizar a atitude ousada de vocês!
Não somente o teatro, mas o mundo inteiro necessita de pessoas com tamanha ousadia, consciência crítica e inteligência.

E à crítica do "Anônimo", sinceramente eu lamento que ainda existam pessoas que não compreendam o poder de um protesto, o poder de perceber as contradições e injustiças existentes em nosso mundo e a partir dessa "tomada de consciência" lutar por um mundo melhor!

Mais uma vez, parabéns Dolores!!
Apesar de ainda não ter tido a oportunidade de ver o trabalho de vcs, com apenas esse blog (e muitos elogios por parte de quem já os conhecem) já ganharam minha admiração e respeito!

Suelem disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Suelem disse...

Venho aqui declarar o imenso orgulho e respeito que tenho do grupo Dolores, tamanha ousadia mostra a seriedade do trabalho que vcs lutam tanto para desenvolver.
Nos bastidores,na platéia, no bloco seja em qqer lugar qro sempre poder fazer parte desse coletivo.

Estamos juntos Compas...

Esse Menino Diamante é de óleo, ou melhor de Ouro..rsrs..Bjus Tita

Miringuacu disse...

Parabéns!
preciso admitir que o discurso ficou impecável
mostra que a arte pode ter um papel de luta

Anônimo disse...

Flávia
Primeiro parabéns ao meu querido Grupo Dolores pela coragem e pelo discurso impecável.
Um dos papéis da Arte, tbm é protestar...
Enquanto ao Anônimo ali de cima, concordo cem por cento com a Nan,como vc pode falar do trabalho ou se quer questionar quem eles pensam que são se vc nem os conhece? nem nunc viu um trabalho deles?( que por sinal é maravilhoso) Eu acho que para a pessoa protestar, ou falar mal, no mínimo primeiro ela deve saber do que esta falando pra não passar vergonha, isso é sinal de inteligência, é uma coisa digamos óbvia. (Fica a dica;)Não há problema algum não concordar com a atitude, mas existem várias maneiras de se falar, agora criticar sem conhecer é burrice!
Beijos a todos os queridos do Dolores!

Paulo disse...

Postagem na Bacante sobre o protesto:

http://www.bacante.com.br/blog/protestos-do-dolores-no-premio-shell/

Anônimo disse...

Criticaram, ok. Mas e o cheque do prêmio, vocês também devolveram como parte do protesto?

Queila Rodrigues / Cia. do Outro Eu disse...

Apoio total à atitude do Dolores!!!

A frase da lesada da Beth Goulart traduz tudo: "Receberam um carinho e deram um tapa." Essa era a ideia dãr!!!

Boca Aberta é pra isso mesmo! Parabéns ao quadrado, Dolores!

Leandro Quirino disse...

Beth Goulart: "Receberam um carinho e deram um tapa."
Carinho acho que receberam das pessoas que foram assisti-los na Patriarca.
Se o tapa doeu, eles que se preparem. Um dia a surra será grande.

Salve.

Queila Rodrigues / Cia. do Outro Eu disse...

Tem razão, Leandro Quirino. O carinho da frase da Beth, deveria estar entre aspas...

Chaves disse...

Parabéns Dolores!!!
Atitude corajosa!!!

Gostaria de aproveitar a oportunidade e divulgar o evento abaixo.

Obrigada!

Festa de comemoração das lutas e conquistas de Perus.

“A Historia de um lugar construída e contada por seu povo”
Aniversário de 9 anos de implantação do Programa de Saúde da Família do Recanto dos Humildes.

Caminhada Cultural por Perus da associação Nova Esperança no Recanto do Humildes até a sede do sindicato dos Queixadas com apresentação de teatro, musica, cinema e fotografia nas ruas

Data: 26 de março de 2011 às 15hs
Concentração: Rua Recanto dos Humildes, 100 - Perus, São Paulo, CEP 05209-000
Participações: bateria do Valença, grupo de teatro Pandora, grupo de teatro Guarus netos de Queixadas, Sarau Poesia na Brasa, Maracatu, projeto Guri, Comunidade Cultural Quilombaque.
Show: Charles Abraão e Cheiro de Mato.

------------------------------------------------------------------------------------------------
Manifesto

Pela valorização e resgate histórico dos movimentos populares de Perus
Que as novas gerações possam conhecer a aprender com os Queixadas e com os movimentos de moradia e popular de saúde
Que os movimentos populares se mantenham vivos para a construção de um mundo mais justo
-----------------------------------------------------------------

Exemplos de Perus para o mundo

Você sabia que:
Os Queixadas foram trabalhadores da fábrica de cimento que fizeram a greve mais duradoura da Historia Brasileira, 7 anos, e que contribuiu para que hoje tivéssemos presença do sindicato nos atos de contratação e demissão de mão de obra, salário família, reconhecimento da legalidade das greves por atraso de pagamento entre outros benefícios?

O movimento de moradia do Recanto dos Humildes teve uma belíssima experiência de solidariedade na construção das casas através do mutirão que se desdobrou na construção de um Posto de Saúde – Programa de Saúde da Família,com ajuda de muitas pessoas?

O movimento popular de saúde de Perus é um grande exercício de democracia e além de lutar por maior assistência na área da saúde foi essencial para que o lixão fosse desativado e não instalassem mais lixões na região?

Realização: Quilombaque, Sindicato dos Queixadas, Movimento Popular de Saúde,
Apoio: Associação Nova Esperança, Grupo de Caminhada de Perus, Escola de Idiomas Speak Well, Grupo de Terapia Comunitária Primavera, Centro Pastoral Santa Fé.

Lê. Andro disse...

Deram o recado!
Agora todo o cuidado para não escorregar no óleo.

Parabéns bocas abertas!

Extremos Atos disse...

É isso aí. Foi uma prática artística o que esses idiotas estão dizendo? Queiram filme do teatro? que teatro? O que vcs fazem só pode ser.
O teatro que eu faço ficou orgulho se ver isso.
é combate!!!
E não estou anônimo. Anota o meu nome e vem aqui na leste me buscar.
Escrevi uma resposta ao comentário do Norival Rizzo
http://dramasp.blogspot.com/
Emerson Alcalde

Os Pinheiro disse...

Acho a atitude extremamente corajosa e necessária, quisera eu olhar na cara de todo@s esse@s iludido@s e dos dono@s de todas essas logomarcas e dizer o quanto os odeio, dizer que especialmente os odeio por saber que infelizmente a maior verba pública destinada a cultura deste país está concentrada na autonomia deles, senhore@s dono@s das grandes empresas que apoiam quem, como e o que querem.
As vezes olho pra tudo isso, entro na minha bolha e de longe imagino que isso é mentira, daí quando volto vejo que a senhora Maria Bethânia levou 1,3 milhão via renúncia fiscal pra montar um simples blog, o circo de soleil levou 9 milhões via renúncia fiscal pra burguesia os assistir e todos "santos BANCOS" salvadores do capital criaram seus institutos culturais (Itaú Cultural, Banco do Brasil Cultural, Caixa Cultural, etc.) tudo isso com verba pública pra encher o bolso de quem não faz porra nenhuma pela coletividade.
E os que se dizem ARTISTAS na ilusão de que um dia chegarão lá. Esses dias li no facebook "Eu estava no Shell, junto com grandes nomes do teatro brasileiro, daí penso, é sinal de que estou no caminho certo", senhores e senhoras do meu Brasil, olhemos pra toda essa miséria ilusória criada pra nos enganar e pra fortalecer as nossas mesquinhas individualidades e pensemos que esse nosso teatro não tem levado a nada, pelo contrário tem contribuído e muito para o fortalecimento, somente, das idéias do nosso colonizador.
E ficamos nós sozinhos montando a arena pra nos degladiarmos e eles cada vez mais fortes nos consumindo e rindo de nossas lamacentas misérias tão precárias.
- Morte ao Prêmio Shell e à tudo que nos coloca em competição!!! (tudo que nos divide).
- Morte à Lei Rouanet!!!
- Morte ao Capital!!!
- Morte aos artistas e projetos que reforçam às individualidades!!!
E viva a estética de combate que timidamente surge pra dar um basta a tanta babaquice.

Anônimo disse...

Pra mim, estão apenas se a mostrando... No fundo, no fundo... Gostam de estar nos holofotes da mídia, mesmo contra ela. Isso já é uma maneira de estar inserido de alguma forma nela: A grande mídia! Na verdade George Orwel é muito feliz em Revolução dos Bichos: Os porcos querem ser homens, os homens querem ser porcos... Revolução sem causa... Quem é revolucionário, é quem está na linha da miséria e pobreza... Vê se os integrantes do grupo estão nessa situação... Vê se falta comida, dinheiro pra viagens, cervejinha ou pro cigarrinho... Ou até dinheiro pra abastecer o carro nos postos da Shell. Assim é fácil ser revolucionário... Pra mim, são Pequenos Burgueses... Querendo estar no lugar da Burguesia... Decoram meia dúzia de palavras do livro marxista e saem vomitando por aí...

Alexandre disse...

Anônimo, se não conhece as pessoas do grupo, vá conhecer e não julgue sem saber. vá trocar uma idéia com a galera. Quem julga sem conhecer é a pequena burguesia.

Luciano Santiago disse...

Viva ao Teatro de luta!

Acabou!!!

O Teatro não é, nunca foi e nunca será da Elite! Que o utilizou por muitos anos, e ainda o utiliza, para manipular o povo.

O Teatro é do Povo! E a ele volta!

Difundir o teatro pelos cantões da cidade é um grande processo de guerrilha para derrotar o capitalismo e esse consumismo virtual... O povo não precisa de novelas, Big Brothers e etc... O povo precisa de investimentos na educação PÚBLICA, cultura PÚBLICA, transporte PÚBLICO, saúde PÚBLICA, liberdade para ir e vir E NÃO SER EXPLORADO pelo MERCADO, pelo PATRÃO, pelas Grandes PRODUTORAS, TELEVISÕES, REVISTAS... O povo diz NÃO a esses políticos filhos das putas! Aos aproveitadores de plantão... Que se dizem do lado do povo... Que utilizam a periferia também para se auto-promoverem ou utilizam o discurso marxista para dizer que é revolucionário (Esse é pior ainda, que acaba traindo a si, e aos movimentos sociais e culturais!)

Parabéns ao Dolores (Vocês fizeram mais do que a obrigação de vcs...rsrs), não somente pelo protesto... O protesto não significa tanto, quanto a pesquisa séria, o comprometimento com as classes sociais para continuar a luta. Mas é importante enaltecer o trabalho bem desenhado do espetáculo... Que se não fosse isso, o grupo não teria a oportunidade de fazer esse protesto, pois, somente realizar discurso, não consolida o trabalho proposto pele coletivo de trabalhadores do teatro. Afinal, antes de tudo, vcs fazem teatro que é uma das ferramentas para criar a reflexão e luta contra o Burguês.

Viva ao Teatro do Povo!
Morte ao Teatro de Elite!
Viva ao Dolores Boca Aberta!
Morte ao Drama!
Viva a nós, povo brasileiro!
Morte ao patriotismo estrangeiro!

Luciano Santiago
Trupe Artemanha de investigação urbana
Local: Quebrada Sul de São Paulo
“A Quebrada Reage e Age!”

miguel disse...

Liiiiiiiiindo...

Aqui em Portugal nunca tinha ouvido falar de vocês, e logo à primeira vocês conquistaram a minha amizade.

É isso mesmo gente, a arte bem juntinho da vida. Essa cena da garrafa de óleo merecia que vocês recebessem outra palma da Shell, encenação dourada, timing cómico a roçar a perfeição, compreensão absoluta do momento, a eternidade num único instante.

Aceitem esta minha vénia, e os meus desejos de tudo quanto é bom pra vocês.

um abraço transatlântico,
miguel

Luciano Garcia disse...

Aos amigos do Dolores Boca Aberta

Só fiquei sabendo hoje da premiação deste coletivo no 23º Prêmio Shell de Teatro.
Sei da luta de vocês para produzir arte à margem, na mesma margem que estão todos aqueles e aquelas que pertencem à nossa clas...se social.

Conheço o que vocês pensam sobre premiações deste tipo. E por esse mesmo motivo, quero que saibam que aplaudo de pé a atitude de vocês, não pelo prêmio em si, mas pela coragem de dizer o que realmente acreditam doa a quem doer... essa atitude por si só demonstra que o prêmio especial não poderia estar em melhores mãos...

Visitante 28 disse...

Achei muito interessante o protesto, embora não me agrade tanto um teatro político. Mas com certeza vocês foram corajosos e o discurso é assaz coerente. Só não acho que o grupo precise aplicar o prêmio "de volta para a sociedade", claro que isso está muito mais vinculado ao ideal de vocês do que à questões práticas, mas seguindo um silogismo: A sociedade é roubada por esses impérios; vocês fazem parte dessa sociedade, logo, vocês mesmos podem usufruir desse prêmio e investi-lo no próprio grupo.
Eu acho! :)

GUGU BOMBERMEN disse...

assim que se faz...
parabéns rapaziada e primãooooooooo

Jessé Duarte disse...

Não ha como ficar sem pronunciar o que senti quando chegou até mim, a noticia sobre a atitude do Coletivo Dolores diante ao premio Shell.
Que digam o que quizer, que o Dolores manchou o teatro e que ninguem sabe de sua existencia. Isso mostra que alguamas pessoas ainda consideram a populaçlão de periferia "ninguéns" póis são estes que acompanham e presenciam o trabalho de vocês.
E afinal contas, o que é manchar o teatro brasileiro, derramando oleo que sim, esse esta manchado com o sangue de dezenas de milheres de trabalhadores? trabalhadores que entregam suas vidas para garatir os beneficois e os privelégios de uma minoria. Cmanchado com o sangue de dezenas de pessoas que são bombardeadas todos os dias, vilentadas nas periferias pela repressão do estado.

Parabéns Dolores, parabéns nã ha palavras para descrever essa atitude. Avante... Vocês não estão sozinhos, estejam certos disso. Muita força daqui de BH estamos assistindo vocês e lutandop por uma sociedade mais justa.

Saudações revolucionarias,
Jessé Duarte
(Cia. Crônica de Teatro)