quinta-feira, 7 de maio de 2015

Boletim Dolores - Maio de 2015


Dolores Boca Aberta já vem aprumando algumas coisas das tantas que faremos esse ano, dentro e fora do nosso projeto do Fomento, que não está valendo, ainda, pra agregar nos percalços latentes da vida. 
O espetáculo P.U.T.O. - Poesia Urgente Tocando o Osso, estreia em julho! Poesia e Erotismo, Roberto Piva, periferia, corpo-mercadoria, trabalho, gozo, cansaço. O primeiro dos três espetáculos que entrarão em cartaz. Ensaiando, vamo que vamo!

Tudo aquilo que a nossa
civilização rejeita, pisa e mija em cima,
serve para poesia
Manoel de Barros

Inventamos de reinventar muitas coisas. Ainda bem. Nossas grandes pequenas crias nos trazem novas questões, com elas percebemos que o horizonte não se mira olhando apenas pra frente. Os pequeninos carregam uma inocência de quem ainda não sabe nada das coisas como estão, mas saberão muita coisa em breve. De não saber dos rancores que correm por debaixo da pele dos adultos. Há riquezas que batem abaixo do nosso joelho, e não devemos nunca esquecer de olhar pra baixo, pros lados, pro céu, pros horizontes tantos. Seguimos em debate. Sobre nós, nosso fazer, nosso criar e caminhar.
Nosso livro está sendo preparado! Em setembro debutamos. Quinze anos de registros periféricos em terra vermelha. Rasgos nas concepções da vida, desenhos rupestres dos seres que saem pra fazer arte em pleno caos da vida urbana, brava. Os seres que ocupavam espaços. O grupo, seus feitos frutos, a camaradagem e militância.
De onde vieram?
Onde vivem?
Que fazem?
Em breve no livro Dolores 15 anos, não no globo repórter.* 
Quem também debuta esse ano é a Banda Nhocuné Soul, nossos parceiros de vida! Dia 29 no Sesc Pompéia vai ter show de comemoração e teremos o prazer de participar um cadinho dessa festa! Salve salve, Nhocuné Soul!

Maio, em meio ao trabalho. Dores, no corpo dos trabalhadores.
Já se nasce lutando
                    labutando
                    ladrando
                    lustrando a redoma do absurdo. 
N’avesso deste pode haver mais vida, um tanto mais... pode haver possibilidades. Mesmo que o Salvador não venha, salvemos-nos! Nós comeremos o bolo quente – passar vontade causa indigestão. Trabalhadores do mundo: somos nosso único fermento possível. Nutri-vos!
* piada ruim, nosso forte.

Dirce Ane



No sábado, dia 16 de maio de 2015, o Dolores recebe o Teatro Contadores de Mentira 
no CDC Vento Leste com o espetáculo "CURRA-TEMPEROS SOBRE MEDÉIA". 
Venham conhecer o trabalho do grupo!!! Mais informações aqui.
. . . . . . . . . . .

Vale assistir...
ENSAIO ABERTO - Fomento ao Teatro
Uma série de 12 programas que enfoca a trajetória da Lei Municipal de Fomento ao Teatro para a Cidade de São Paulo, abordando desde sua implantação até o resultado cênico dos projetos selecionados. Trata-se de um documento que ilustra a luta pela criação da lei (de 2002) e os desdobramentos deste benefício. 

. . . . . . . . . . .

Para mais informações sobre alguma atividade ou notícia desse informativo, 
acesse nosso blognossa página no facebook 
ou mande um e-mail para gente: doloresbocaaberta@gmail.com

. . . . . . . . . . .


CDC Vento Leste – Rua Frederico Brotero, 60 – Cidade Patriarca 

Acesse o blog do CDC Vento Leste:

Espetáculo "CURRA-TEMPEROS SOBRE MEDÉIA" do Teatro Contadores de Mentira no CDC Vento Leste

No sábado, dia 16 de maio de 2015, o Dolores recebe o Teatro Contadores de Mentira no CDC Vento Leste com o espetáculo "CURRA-TEMPEROS SOBRE MEDÉIA".


Sinopse:
Curra – Temperos Sobre Medéia, é um terreiro, um assentamento onde o público não é apenas expectador e é convidado para um “outro lugar”. Uma cozinha funciona durante todo o tempo provocando relações sensoriais através da memória. A dança, a comida, a música celebram o mito da Medéia. Jasão é um orixá recebido pelo corpo de um cozinheiro. Medeia tem a força de Iansã e sua inimiga, a beleza de Oxum. Creonte, senhor daquele terreiro exige o seu direito à propriedade enquanto crianças “Erês” cegas decidem o futuro da mãe.

TEATRO CONTADORES DE MENTIRA (fACEBOOK) https://www.facebook.com/TeatroContadores?ref=hl

CONTADORES DE MENTIRA NO PROGRAMA TEATRO E CIRCUNSTÂNCIA - SESC TV https://www.youtube.com/watch?v=SdzXJe0fbh8

CONTADORES DE MENTIRA - SENTIMENTOS DE QUEDA E RECUSA
https://www.youtube.com/watch?v=ltZdQqafIDs

O INCRÍVEL HOMEM PELO AVESSO: https://www.youtube.com/watch?v=5CSDRY1M_OQ

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Boletim Dolores - Abril de 2015

Vai povo!
aperta o passo
que o trem não espera
que tempo é dinheiro
e tem gente sumindo
no suor das sentinelas
Temos que cavar procurando água nas ruas de concreto, levantar cisternas pra captar água da chuva, por vezes ácida, então é preciso deixar escoar os primeiros 10 minutos e o que restar dá pra lavar roupas, regar o calor do dia a dia, e pagar menos na conta d’água no final do mês, Temos que comprar remédios, o pão, o café, o leitinho das crianças, que já vem com soda cáustica, o arroz, o feijão, um naco de agrotóxico, uns ml’s de hormônio, umas gramas de especulação imobiliária, e o gás já acabou? De manhã acordem cedo pra trabalhar, subam na lotação, empilha mais um pouquinho que cabe todo mundo, mais dois degraus, girem a catraca até o ponto de espremer, o sangue, a insônia, a rebeldia, o xingamento, resignação, três reais e cinquenta centavos, girem outra catraca, mais um e noventa e cinco, vocês entrarão na estação Sé do metrô, no horário de pico, toquem a boiada em direção às baias, para que batam o cartão de ponto sem atraso, muita gente amontoada em todos os espaços, o sistema metroviário está obstruído, o trem está parado, caiu um objeto cotidiano, metade bicho, metade humano, perdendo o viço nos trilhos do metrô,
Cícero tá indo embora
tal qual curupira
que muda os caminhos
e guarda terra embaixo das unhas
terra ocupada
por grãos de feijão
desejos, banhos de rio e desmazelas
leva contigo
um tanto de cachaça e fumo
um beijo da mãe d’água
castanhas do Pará
andiroba
todo tipo de raiz, que cura
cipó enviesado dos açudes de malva
folhas secas, dias e noites,
pétalas frescas
que teus calcanhares
não mais trilharão
vai vento forte
vira carbono
por entre os pés de açaí
que eu por agora
fico por aqui
somando à luta, plantando teatro, precisamos construir cataventos, hortas, Ciranda pras Lucis e Raonis, gritar os protestos, fazer mutirões, no CDC Vento Leste, no Assentamento Irmã Alberta, Comuna de Guaianases e outras por aí...
E por semicerradas pestanas, há um sopro de mata atlântica nos ventos do Jardim Iguatemi, o entardecer no Arpoador, tem gente a noite toda tocando tambores pra arreuni os povos do Norte e do Sul
Acampadamente felizes
nas bordas do morro vermelho
no CDC Vento Leste
sorriem nossos filhotes
de girassol selvagem
Nica Maria

Dirce Ane


Lá pelo Dolores, seguimos nos preparativos (já bem envolvidos) com a concretização do Fomento 2015. "P.U.T.O." em processo de re-criação, ciranda se estruturando belamente, o livro de 15 anos a engordar repertório, grupos de trabalho testando os tempos e novas formas de se organizar e teatro mutirão na veia.
. . . . . . . . . . .

Esse sábado, 11/04, acontece o Sarau Vento Leste organizado pelo Grupo Parlendas para compartilhar as histórias da cruzada cubana vivida por eles. 
. . . . . . . . . . .

01/04
A firme e forte batucada do Dolores se somou ao Cordão da Mentira em seu Desfile&scracho de 2015. Mais informações, aqui.
. . . . . . . . . . .

19/03
Tivemos nesse período o retorno da Gabriela Bortolozzo para apresentar sua dissertação de mestrado "Espacialidade e ativismo social na Zona Leste de São Paulo: O caso do Coletivo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes". Mais informações, aqui.

. . . . . . . . . . .

.../03
E em março (e na vida), estivemos ao lado do MST seja na Festa do Milho do Irmã Alberta, seja nas ações das mulheres nesse mês de luta. Mais informações no perfil do Dolores no Facebook. 
. . . . . . . . . . .

Para mais informações sobre alguma atividade ou notícia desse informativo, 
acesse nosso blognossa página no facebook 
ou mande um e-mail para gente: doloresbocaaberta@gmail.com

. . . . . . . . . . .


CDC Vento Leste – Rua Frederico Brotero, 60 – Cidade Patriarca 

Acesse o blog do CDC Vento Leste:

quarta-feira, 1 de abril de 2015

1º de Abril - DIA DE MUITA LUTA - Cordão da Mentira e Ato dos Trabalhadores da Cultura

DESFIL&SCRACHO
CORDÃO DA MENTIRA 2015
"CONDENADXS DA TERRA"


VAMOS DENUNCIAR OS CRIMES DA DITADURA CIVIL MILITAR BRASILEIRA


01 DE ABRIL - HOJE (QUARTA-FEIRA)
CONCENTRAÇÃO ÀS 18H - SÁIDA ÀS 19H30
LOCAL: LARGO GENERAL OSÓRIO – ESTAÇÃO DA LUZ

VAMOS DENUNCIAR OS CRIMES DA DITADURA CIVIL MILITAR BRASILEIRA
Condenadxs da Terra,
É chegada a hora de mais um desfil&scracho.
Primeiro de Abril, dia da mentira, dia de nossa luta.
O Cordão da Mentira sairá às ruas com o tema Condenados da Terra.
Na mentira do nosso cotidiano enterraram nossa memória e, com ela, os povos indígenas, negros e imigrantes; os corpos femininos, transexuais; a vida operária, sem-terra, sem-teto. Lembrar é dar voz e o trajeto de nosso Cordão promete traçar o passado destes condenados.
Personagens de uma mesma história sangram no pacto de luta contra uma ordem cada vez mais fascista. Em nome do desenvolvimento, se massacra; em nome da lei, se encarcera; em nome da cultura, se vende.
O Cordão volta às ruas para mostrar que não compactua com isso. Contra o mimimi fascista, a batucada do samba. Contra a governança desmedida, a memória de luta.
E que o Cordão seja o espaço de luta de vários guerreiros e guerreiras.
Que venham as lutas indígenas!
Que venha a libertação negra!
Que venha a Pátria Grande e sua gente!
Que venham os corpos livres!
Ocupemos a cidade para transformar seus territórios!
No ano de 2015, convidamos a criatividade de vocês no trajeto do Cordão. Organizem suas alas! Façamos nossa trincheira contra a Mentira da História. Ouçamos as vozes dxs condenados e condenadas da terra que ainda clamam por justiça, verdade e mudança num beco silencioso das ruas do Centro!
O cordão tem o seu espírito calcado na roda de samba, no seu rito, nas suas composições e na sua verdade. Verdade de um povo que canta contra a opressão. Contamos com todos os coletivos, militantes e artistas parceiros para mais uma vez construirmos nosso Cordão com paixão e com verdade.
As ruas são para lutar!
Cordão da Mentira
Maiores informações em:
cordaodamentira.milharal.org
Evento no Facebook aqui.
_______________________________________

ATO DXS TRABALHADORXS DA CULTURA
NÃO AO RETROCESSO NA CULTURA ESTADUAL /SP



01 DE ABRIL - HOJE (QUARTA-FEIRA)
CONCENTRAÇÃO ÀS 13H30
LOCAL: SALA SÃO PAULO – PRAÇA JÚLIO PRESTES, 16 – ESTAÇÃO DA LUZ

- Em defesa do ProAC e das Oficinas Culturais
- Pelo Fim da Mercantilização da Vida
- Pela Arte Pública

PEDIMOS PARA AJUDAREM NA DIVULGAÇÃO.

Evento no Facebook aqui.

http://cultura.estadao.com.br/noticias/geral,oficinas-culturais-sao-fechadas-em-sao-paulo,1656432

www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrada/213222-arrocho-cultural.shtml

www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrada/213224-instituicoes-se-preparam-para-ate-30-de-cortes-sp-ja-tem-baixas.shtml

http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/noticia/2015/03/artistas-de-aracatuba-fazem-protesto-contra-fechamento-de-oficina-cultural.html

http://globotv.globo.com/tv-tem-interior-sp/tem-noticias-2a-edicao-rio-pretoaracatuba/v/oficina-cultural-em-aracatuba-sera-fechada-por-motivo-financeiro/4050806/

http://correio.rac.com.br/_conteudo/2015/03/entretenimento/248113-oficina-cultural-hilda-hilst-fechara-as-portas-em-abril.html

http://www.dgabc.com.br/(X(1)S(3qq011ewqd4qn4mt0qfwmbbq))/Noticia/1260534/oficinas-culturais-sao-fechadas-em-sao-paulo

http://www.peticaopublica.com.br/psign.aspx?pi=BR80462

http://www.saopaulo.sp.gov.br/spnoticias/lenoticia2.php?id=240069

quinta-feira, 19 de março de 2015

Hoje no CDC: Dissertação de Mestrado sobre o Coletivo Dolores

Hoje (19) o Dolores recebe no CDC a camarada Gabriela Bortolozzo, que fará a apresentação da sua Dissertação de Mestrado sobre o Coletivo.

Quem quiser, esteja à vontade para aparecer e convide também outros interessados. Começaremos às 19h e seguimos algum tempo num bate-papo. Vamos juntos!!


RESUMO

Espacialidade e ativismo social na Zona Leste de São Paulo: O caso do Coletivo Dolores Boca Aberta Mecatrônica de Artes.

O Coletivo Dolores, neste trabalho, não foi apenas um objeto de estudo, mas um exemplo de agentes de resistência no processo do uso do território nas periferias brasileiras. Por meio de suas ações, foi possível mapear e identificar elementos de resistência e de luta, possibilitando a criação de locais não hegemônicos, ao passo que reorganiza os espaços que ocupa.

Suas ações, estas sim, objetos de estudo desse trabalho, nos revelam a importância do coletivo, já que também se apresentam como oposição ao processo de exclusão sócioespacial das cidades e a imposição da alienação do território.  Ao passo que tais efetivações se dão numa construção constante de organizações horizontais e solidárias, da desalienação do trabalho, da democratização da arte, das apropriações do espaço e de diversas outras realizações, o Dolores se encarrega por nos encher de “espaços de esperanças”, que, segundo Harvey (2000), seria o sentimento político coletivo de transformação do mundo através da consciência, da utopia e da efetivação responsável da democracia.

É sobre esta inspiração, de desejo de (re)construção e transformação da sociedade e seu espaço, que decorre esta dissertação de Geografia... Ao mesmo tempo em que tenta costurar conceitos, pensamentos e debates em torno de questões políticas econômicas e sociais que percolam entre os trabalhos dolorianos e tal ciência.

sexta-feira, 13 de março de 2015

Projeto de Fomento 2015 - "Dolores 15 anos: Trilogia da Necessidade"



O resultado da 26ª Edição Fomento ao Teatro saiu antes do imaginado, comecinho de março. Estamos felizes por poder colocar em prática, com condições objetivas, nosso projeto de 15 anos de Dolores. O projeto inclui diversas ações como a estreia de 3 espetáculos - resultado dos núcleos de pesquisa e da última edição do fomento no qual fomos contemplados, o III Festival de Teatro Mutirão - reunindo saraus importantes da cidade de São Paulo e a colocação de tótens-placa com poesias pelo espaço do CDC Vento Leste, o lançamento do nosso livro poético-político de 15 anos, formações para o próximo projeto, oficinas para a comunidade, entre outras.

Estamos felizes e animados já retomando cronograma, funções, vontades, anseios e colocando em confronto e em relação com o mundão feroz que nos circunda.

Disponibilizamos aqui o PDF do nosso projeto para partilhar com os parceiros e interessados em conhecer e chegar junto do nosso trabalho.

Para baixar, clique aqui. Ah, o PDF é navegável (é só clicar nos itens do índice para passear por ele)!!!

É tempo de comemorar! Que venham outros 15 anos!!!